Déjà Vu: O mistério foi revelado?

18 0
deja vu

Em algum momento da nossa vida, todos chegamos a um lugar, ou estivemos em uma situação que nos dá a impressão de que já vivemos anteriormente, mas para dizer a verdade não temos certeza se realmente aconteceu. Para quem não sabe, isso tem o nome de “Déjà Vu”.

Este tipo de situação despertou minha curiosidade com relação ao mundo místico, por isso sempre dediquei grande parte dos meus estudos para pesquisar esse tema. A primeira coisa que descobri foi que a palavra Déjà Vu tem origem no francês, e quer dizer: “já visto”, ou seja, situação já vivida.

Uma das primeiras pessoas que se dedicou a investigar sobre este tema que a muitos assusta e dá calafrios foi Santo Agostinho, e uma das suas conclusões é que isso se deve a uma reação do cérebro, uma reação que até o momento ninguém pôde explicar com exatidão.deja vu

Um dos conselhos que dou normalmente às pessoas que vem me perguntar preocupados porque eles têm frequentemente a sensação de que “já vivi esse momento”, é que não pensem que o seu cérebro está fazendo uma brincadeira com você, nem ache que você tenha que visitar o psicólogo porque acham que estão ficando loucos. Ao contrário, sentir um déjà vu é um sinal de que não estamos sozinhos, é um sinal que nos faz pensar que há possibilidades de que já estivemos em outras vidas.

O que a ciência diz sobre o Déjà Vu?

Segundo a ciência e todos os que se dedicaram a fazer longas pesquisas sobre o tema, este tipo de sensações não é nada mais do que uma alteração da memória. Outros consideram que são produtos dos sonhos diurnos, enfim, cada um tem uma hipótese possível – mas não comprovada – da razão pela qual isso sucede. A ciência claramente nunca vai reconhecer que o Déjà vu está nos dizendo, através das nossas lembranças, que o que já passamos jamais será esquecido, ou seja, se essa situação voltou ao nosso presente deve ter algum significado.

Eu ainda iria além, é provável que esse seja o sinal de que viemos de outras vidas, e que nosso cérebro soube armazenar nos lugares mais recônditos esses momentos. É importante que saibamos que essa é a conclusão que cheguei através de meus estudos.

Ter um Déjà Vu não deve ser um motivo para ficarmos atormentados. Ao contrário, devemos sentir felicidade de estar reconhecendo alguns fatos que já vivemos anteriormente.

Nenhum Comentário on "Déjà Vu: O mistério foi revelado?"

Leave a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *